Eu detestava vegetais e foi assim que comecei verdadeiramente a apreciá-los.

Conselhos de um Personal Trainer

Por vezes esqueço-me de como a minha dieta era má. Eu fiz literalmente todos os erros possíveis antes de me tornar personal trainer.


Safei-me por um tempo porque fazia desporto enquanto adolescente e isso permitiu-me cometer alguns erros, mas isso não durou muito na vida adulta. Por isso, a dada altura, precisei mudar.


Uma das mudanças mais significativas que eu fiz foi aumentar a quantidade de vegetais que comia. Isto porque eu quase não os comia, de todo. Eu realmente não gostava deles.

E assim começou a minha aventura.



Para de os cozinhar em água


Este foi, literalmente, o meu passo zero. Nesta altura não queria melhorar a minha dieta, tinha acabado de casar e deixámos de cozinhar o que não nos agradava!


Os principais ingredientes da nossa dieta eram massa, natas e queijo.


Não estou a brincar, a maioria dos vegetais que comemos estavam na sopa e só porque a avó da minha mulher nos fazia todas as semanas.


Mas no meio disto, fizemos uma coisa certa - não forçar algo que não gostávamos. No nosso caso, não gostamos de vegetais cozidos e não tem problema nenhum. A comida é feita para ser apreciada, não se trata apenas de combustível para o nosso organismo. Até porque temos papilas gustativas por algum motivo.


E por isso este é o meu primeiro conselho: deixa de lado a ideia errada que precisas de comer de uma maneira específica. Agora, isto não significa nunca comer vegetais – mas sim encontrar uma maneira de os tornar saborosos.



Considera… escondê-los?


Lembras-te que eu adoro massa, certo? Bem, eu também adoro noodles. E a melhor parte de um salteado é que a maioria das receitas precisa de algum tipo de vegetais.


Tudo começou com comida de take-away. Mas depois precisámos de aprender a fazê-lo em casa porque, embora não fôssemos fãs de vegetais, adorávamos cozinhar. E estávamos bem conscientes de que não tínhamos a melhor dieta, por isso pensámos que esta poderia ser uma forma de nos enganar para comermos melhor.


É assim que o podes fazer: seleciona 2 ou 3 tipos diferentes de vegetais (pensa em cores diferentes e tenta agrupá-los de acordo com o gosto). Por exemplo, eu começo sempre com um branco, como cebola ou alho francês, acrescento algum sabor forte como pimento vermelho ou cogumelos, e algo verde, como um pouco de repolho. Cenouras e brócolos também ficam muito bem neste tipo de prato.


Agora, algumas considerações importantes.

  • Primeiro, corta-os em pedaços pequenos. Tão pequenos quanto tu quiseres honestamente. Não me interessa se esta não é a "maneira certa" ou se as receitas na internet mostram floretes de brócolos inteiros - o objetivo é comer mais vegetais, não ser um profissional na cozinha chinesa.


  • Certifica-te de colocá-los quase secos numa frigideira (não é necessário um wok) bem quente e não encher demasiado a frigideira. Se o calor for baixo ou se estiverem muito molhados, os vegetais vão cozer em vapor, e nós não queremos isso.


  • E certifica-te que não os cozinhas demasiado. A maioria dos vegetais deve ficar mais ou menos estaladiços com este método.

Isto, juntamente com o molho, a proteína e os noodles, deve fazer com que comer vegetais seja um prazer, em vez de um problema a evitar.


Noodles com pimentos e carne


Roast them baby


Encontrei poucas pessoas neste mundo que não gostam de pimentos assados, cebolas caramelizadas, ou cenouras assadas.


Ou os três...


Assar os alimentos pode dar-te aquele punch de sabor que precisas para começar a gostar de vegetais. Enquanto saltear ajuda a mascarar os sabores, assar traz o melhor dos vegetais ao de cima com um pouco daquela sensação comida fumada. A única coisa que precisas saber é como lá chegar.


E isto não podia ser mais fácil de fazer. Basta escolher os vegetais que queres experimentar, cortá-los em pedaços iguais, adicionar sal, azeite e atirá-los para dentro do forno. Eu gosto de juntar um pouco de cebola, para ter o sabor daqueles pedaços dourados e cenouras para deixar a coisa mais doce. Os brócolos também ficam muito bem aqui, assim como espargos. Certifica-te que não estão molhados, ou podem acabar por cozer em vapor (tal como acontece no exemplo anterior). E dá tempo suficiente para que os vegetais fiquem um pouco dourados/acastanhados.


Ah, e para os pimentos experimenta isto: coloca-os inteiros no forno e vira-os à medida que vão ficando castanhos. Retira-os e coloca-os em água fria por um minuto ou dois e tira a pele e as sementes. Tempera com sal, um pouco de azeite e vinagre e voilà ficas com uma excelente salada de verão para acompanhar com um entrecosto assado.


Se tiveres algum tempo livre, podes até considerar fazer umas espetadas:




Acrescenta um pouco de queijo


A maioria dos conselhos de alimentação saudável não inclui o queijo. Mas, se te ajuda a introduzir um novo sabor na tua dieta, então eu sou a favor de o utilizar. Na verdade, foi o que eu fiz também.


Até me habituar a alguns dos vegetais mais fortes, juntava um pouco de parmesão aos vegetais assados ou mesmo no meu prato. Ajudava imenso e acho que é uma estratégia válida.


Apenas não exageres na quantidade!




Pensamentos finais


Existem muitas outras maneiras de conseguir isto, mas estas foram as estratégias que deram resultado para mim e para minha mulher.


No fim, resume-se ao que é o melhor para ti e para o teu gosto pessoal. E por isso nada melhor do que experimentar e descobrir.


Vai haver alturas em que vais falhar, e não tem problema, é algo que acontece com qualquer coisa na vida. Mas não te forces demasiado, vai com calma e experimenta as coisas ao teu ritmo. Eu nunca pensei que ia começar a gostar tanto de comer vegetais como hoje em dia, especialmente tendo em conta o meu ponto de partida. E a verdade é que realmente isto demora algum tempo, eu demorei anos a chegar a este ponto.


Por isso, desafia-te a experimentar um ingrediente novo a cada semana, ou uma nova maneira de cozinhar. Faz disto um hobby, não uma tarefa e, com o tempo, vais lá chegar.


 

Se quiseres saber mais sobre a minha abordagem e em como te posso ajudar carrega no botão abaixo para marcares uma video chamada grátis, sem nenhum compromisso!